SECÇÃO: Região

Vaudeville Rendez-Vous regressa a Guimarães

foto
O Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous – o mais influente festival de circo contemporâneo do país – regressa em 2019, entre 24 e 27 de julho, com um total de nove estreias – seis estreias nacionais e três estreias absolutas, sendo que todos os espetáculos são de entrada gratuita. Uma das grandes novidades da sexta edição é o facto de o festival se estender, pela primeira vez, ao município de Barcelos – além de Guimarães, Braga e Vila Nova de Famalicão – passando a contemplar as quatro cidades que formam o projeto de cooperação intermunicipal Quadrilátero.
O Vaudeville Rendez-Vous – reconhecido pelo júri internacional do Europe For Festivals/Festivals For Europe, com o selo EFFE Label 2019-2020 – tem como missão a sensibilização da comunidade para as artes circenses e a formação de novos públicos. A última edição daquele que é considerado o mais influente festival de circo contemporâneo do país reuniu mais de 15 mil pessoas em Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão e contou com mais de 60 artistas portugueses e internacionais.
A celebrar a sua estreia no Festival, Barcelos recebe o primeiro espetáculo desta sexta edição. “A Simple Space”, dos Gravity & Other Myths – agendado para o dia 24 de julho, às 22h00 –, é uma das seis estreias nacionais que vão marcar o evento, sendo a primeira vez que o festival conta com a participação de uma companhia australiana. O espetáculo vai ser, também, apresentado no dia 26 de julho, às 22h00, em Guimarães.
Além da proposta do grupo australiano, o norte do país será palco, ainda, de mais cinco estreias nacionais. Do Reino Unido a proposta é de Gandini Juggling, com a peça “SIGMA”, que traz até Braga e Guimarães – no dia 25 de julho, às 22h00; e no dia 27, às 22h00 – a combinação da dança clássica indiana Bharatanatyam com o circo contemporâneo e a narrativa.
Conciliando dança, circo, teatro e performance, Joan Català, de Barcelona, apresenta, pela primeira vez em Portugal, “Pelat”, projeto que promove uma interação única com o público. A peça estreia em Portugal no dia 25 de julho, às 19h00, em Vila Nova de Famalicão, e será ainda apresentada, em Guimarães, no dia 26, e em Barcelos, dia 27, ambos os espetáculos às 19h00.
No âmbito das estreias nacionais destaca-se ainda, a dança acrobática “Zoog”, de Amir and Hemda, com a estreia nacional agendada para o dia 25 de julho, em Guimarães, às 19h00.

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.