Arquivo: Edição de 21-12-2018

SECÇÃO: Informação Religiosa

CANTATA MARIANA

foto
Na igreja da Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira, solar da Padroeira, aconteceu no passado dia sete, vigília da Imaculada Conceição um concerto coral muito especial. Especial, sobretudo porque tornou possível uma preparação espiritual daquela Solenidade litúrgica exclusivamente através do canto, cujas melodias consubstanciavam diversos atos que caraterizam a oração. Louvor, ação de graças, reparação e súplica foram preces que cinco grupos corais, acompanhados de uma mini-orquestra e mais cinco solistas fizeram, interpretando os sentimentos possuídos por uma assembleia de cerca de 250 pessoas.
A iniciativa desta festa partiu do professor Júlio Esteves Dias que conseguiu a colaboração do Coro de Brito, Coro da Senhora da Paz-Ponte da Barca, Coro Infanto-Juvenil da Oliveira, Os Musiké e o Chorus Anima Populi. No final, todos os coros se juntaram para, com a participação da plateia, cantar, em jeito de oração muito sentida, os cânticos populares muito antigos, mas de pertinência (in)felizmente sempre atual: 1. No Céu. No Céu, no Céu; 2. Ó Maria Concebida…; 3. Miraculosa, Raínha do Céu.
Alguém disse na ocasião que, face às circunstâncias do tempo (celebração da Padroeira) e do lugar (primeiro santuário que viu nascer Portugal e aonde, ao longo da História acorreram multidões de peregrinos e vários reis, com destaque para D. João I e D. João IV) ficava a sensação de que todos os intervenientes tiveram o privilégio de representar a Nação inteira. Um gesto que valerá a pena repetir-se muitas vezes.

L.C.

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.