Arquivo: Edição de 24-10-2008

SECÇÃO: Generalidades

foto
Pensamentos do Meu Arquivo (26)

Todo aquele que, na vida, sente dificuldades e dores quando luta tem valor!
Desvalor têm aqueles que censuram ou se riem desses homens, exibindo, desnecessariamente, cabeças sem miolos.

Santo Agostinho diz que “a vida neste mundo seduz”, por tanta beleza e tantos bens verificados. Pena é que o homem continue na sua destruição e não consiga respeitar e venerar tanta harmonia e sincronismo à sua volta.

Disciplina, saber e autoridade, vão-se perdendo neste oceano imenso da humanidade.
Por isso, um bom profissional, um líder, um professor e um homem de carácter, são dons ou realizações em extinção.

Quanto mais o homem se conhece a si mesmo, mais grandeza e miséria encontra.
Mas é nestas consciências bem formadas – o conhecer-se – que qualquer cristão surpreende os filósofos, os ateus e faz corar os cobardes!
Nem sempre aquele que bem fala, é orador. Orador é o que sabe e sabe expor: não confunde, não cria frustrações, prende os ouvintes à sua mensagem e, à medida que o tempo lhe vai faltando, deixa vontade aos presentes em repetirem um próximo encontro.
A felicidade é lenta e só aparece se formos naturais. Se a analisarmos levianamente ou se se pretender saber o porquê da sua vinda, desaparece, uma vez que a auto-suficiência actua nela, como o ácido sulfúrico na matéria.
O cristão não vive vida fácil como alguns podem pensar. Porque o cristão consciente e preocupado, ama, serve, denuncia, é apontado, dá-se, fala do Evangelho e corre o risco de tudo ter que fazer. Mas o que verdadeiramente importa, é amar!

Compreender um mau acto, não dá sossego. Sossego dá, se se educar, sensibilizar, livremente evitar-se, e se possível, apontar os direitos dos outros.

Entre Cristo e Maomet, nutro profunda admiração pelo primeiro, ao ponto de o seguir sem medo e sem reservas. É que Maomet, deu testemunho de si mesmo, dizendo: “Tendes de acreditar em mim”. Jesus Cristo, sempre falou e deu testemunho do Deus Pai.

É necessário ganhar dinheiro: dinheiro para viver; é urgente ser-se solidário: solidário para crescer, crescer!

O homem vê facilmente a sua corrupção, porque a pratica no escuro. Mas Deus, sendo Pai, oferece muita Luz, para que o homem encontre o remédio ou a forma de se safar.
O progresso continua com defeitos.
Ainda há quem gaste demasiado tempo a pensar, a programar, a analisar, etc. E o progresso e o mundo moderno pensa e exige que o melhor de tudo, é fazer!

Não existe dentro do homem o remédio para curar as suas próprias fraquezas e misérias. Tal remédio existe somente em Cristo: Sacramentos e Palavra, no Evangelho. E a Igreja ainda se não cansou de o anunciar gratuitamente.

O matador do touro na arena pode ser homem bondoso e honesto. Dúvidas, também se podem colocar naqueles que gostam de assistir a tal massacre. E matar o touro na arena é arte com certeza; mas, desejar vê-lo morrer, pode ser falta de chá ou de sensibilidade.

O homem, o bem e o mal: dos três, tem sido o homem, o mais frágil.

(continua)

Artur Soares

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.