Arquivo: Edição de 15-05-2015

SECÇÃO: Generalidades

Monsenhor António de Araújo Costa (1915 – 2015) | Testemunho

Centenário de nascimento

foto

Em 16 de outubro de 1982, por ocasião da celebração dos 35 anos da tomada de posse de pároco de Nossa Senhora da Oliveira e arcipreste de Guimarães (19.10.1947), o sentir da Comunidade paroquial alastrou-se muito além das suas fronteiras e até do arciprestado de Guimarães: era chegada a altura de homenagear Monsenhor António de Araújo Costa, Dom Prior da Insigne e Real Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira.
Constituiu-se, então, a Comissão Promotora com elementos representativos da Igreja e sociedade civil que também é justo recordar, muitos dos quais já nos deixaram, há mais ou menos tempo: D. Maria Manuela Folhadela Costa, D. Maria Filomena Campos Trocado Freitas do Amaral, D. Maria Luísa Oliveira Rocha Abreu, Padre José Maria Lima de Carvalho, Dr Manuel Bernardino de Araújo Abreu, Engº José Maria Gomes Alves, Antonino Dias Pinto de Castro, Dr João Barroso da Fonte, Padre Américo Pinto Ribeiro, António José Trindade, José da Silva Mendes, António Freitas, António Ferreira Pires, José de Afonseca Freitas, Armindo Maria Fernandes, Luís Magalhães, Albino Fernandes e Joaquim Fernandes Marques.
Os atos comemorativos foram vividos especialmente em dois momentos: Concelebração na igreja da Colegiada, presidida pelo Arcebispo Primaz, D. Eurico Dias Nogueira, seguida do descerramento de uma lápide comemorativa na frontaria do Centro Pastoral D. António Bento Martins Júnior e sessão solene no salão nobre da Sociedade Martins Sarmento. Destes acontecimentos fez eco este jornal, na altura com o título Colina Sagrada. E sobre a vida e obra de Mons. António de Araújo Costa foi editada pela paróquia da Oliveira um livro de memória muito interessante coordenado pelo então vigário coordenador, Padre Américo Pinto Ribeiro.
Há muitos anos já que a Câmara Municipal de Guimarães deliberou introduzir na toponímia da Cidade o nome da ilustre figura do Dom Prior, que a serviu e honrou. Ao celebrar esta efeméride, a todos os títulos gratificante, a Fábrica da Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Oliveira, de parceria com a União de freguesias da Oliveira, São Paio e São Sebastião, deliberou avivar a memória de uma vida de sentido único – servir a Deus, a Igreja e os homens – qual foi a peregrinação terrena de Mons. António de Araujo Costa. Nesta conformidade foi elaborado o seguinte programa:
23 de maio às 21h30 – Concerto de órgão de tubos pelo organista Prof. José Carlos Azevedo e atuação do Orfeão de Guimarães;
26 de maio às 18h00 – Apresentação do livro “Centenário de Nascimento de Mons. António de Araújo Costa 1915-2015: patrocínio da União das freguesias da Oliveira, São Paio e São Sebastião; apresentação da Medalha comemorativa, no auditório do Centro Pastoral.
De seguida, descerramento do medalhão “Homenagem e gratidão”, junto da porta principal do Centro Pastoral.
Às 19h00 – Concelebração da Eucaristia, presidida pelo Senhor Arcebispo Primaz, D. Jorge Ferreira da Costa Ortiga.
Mons. António de Araújo Costa nasceu na freguesia de Mouquim, Vila Nova de Famalicão, a 26 de maio de 1915.
Pelos 14 anos ingressou no Seminário diocesano de Braga, concluindo o curso teológico em 1940. Nesse ano, a 30 de junho, recebe a Ordenação Sacerdotal do Arcebispo Primaz, D. António Bento Martins Júnior, celebrando a primeira Missa, no Santuário do Sameiro, a 7 de julho seguinte.
A 25 de agosto de 1940, o mesmo Prelado nomeou-o pároco da vila das Taipas, exercendo aí o múnus pastoral durante 7 anos, servindo ao mesmo tempo, as paróquias de S. Clemente de Sande e de Barco.
A 19.10.1947, cessando o mandato na referida paróquia, toma posse da paróquia de Nossa Senhora da Oliveira, como pároco e arcipreste de Guimarães, cargo este que exerceu até 1978, renunciando ao mesmo por motivos de saúde.
Em 1960, o Santo Padre João XXIII nomeou-o Prelado Doméstico com o título de Monsenhor.
Em 1967, D. Francisco Maria da Silva, Arcebispo Primaz, confere-lhe o cargo de Dom Prior da Colegiada de Guimarães e Vigário Episcopal da Zona Pastoral de Guimarães.
Em 1978, D. Eurico Dias Nogueira, nomeia-o Vigário Episcopal do Clero, cargo que exerceu até fins de 1981.
Faleceu em 25 de março de 1988.

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.