Arquivo: Edição de 10-10-2014

SECÇÃO: Região

Lar de Santo António

80.º aniversário da fundação
O aniversário de qualquer pessoa ou instituição é sempre um bom pretexto para avivar memórias, reconhecer como se faz história, fazendo retrospectivas isentas e claras da génese e do percurso. E sempre motivo para louvar e dar graças a Deus. No passado dia 2, o Lar de Santo António conseguiu estes dois objetivos. Ao comemorar 80 anos de existência ficou a ideia de que o seu percurso teve sempre a cadência determinada de ajudar o próximo. Na concelebração da Eucaristia, a que presidiu, o senhor Arcebispo Primaz, contextualizando este ato em que a Liturgia fazia memória dos Santos Anjos da Guarda, salientou a vocação de todo o cristão ser um anjo da guarda do seu semelhante pela disponibilidade de servir, de dar atenção e carinho e de tudo fazer para que os mais frágeis pela doença, idade ou até exclusão de qualquer género, recebam a recompensa da dedicação e do trabalho desenvolvidos ao longo da caminhada e que, agora no ocaso da vida, constituem um património precioso, qual fonte de sabedoria e força para mostrar as exigências que se colocam às gerações mais novas. Aproveitando a oportunidade do momento, o senhor D. Jorge Ortiga falou do programa pastoral da arquidiocese – Fé vivida – para que toda aquela estrutura, pessoas e serviços, do Lar de Santo António sejam sempre a expressão viva da fé que, assim, se transforma em caridade e amor. As felicitações distribuídas à Direção e outros órgãos sociais levavam um sinal muito forte da solicitude do pastor que anseia para ver a sociedade e a Igreja, envolvidas na dinâmica de salvação pela Justiça e pelo Amor.
Na sessão solene que se seguiu, no mesmo espaço físico o presidente da Direção, José Castelar, que quis ceder a posição da presidência à presidente honorária D. Maria Manuela Melo Costa, passou, de imediato a palavra a António Augusto Duarte Xavier. Este vimaranense “louco”, sabemo-lo bem, no seu currículo multifacetado de construção de vida já deixou uma marca inapagável de dedicação ao associativismo e muito particularmente ao Lar de Santo António. Foi ele mesmo que, emocionado, reportou a assembleia às condições de vida dos anos trinta que um contexto histórico e político era manifestamente incapaz de enfrentar e combater a degradação social e moral em que o país tinha mergulhado. Foi neste contexto que teve origem o Lar de Santo António. A Casa dos Pobres na rua Donães, a cantina Económica, tantos nomes de pessoas, o comércio e a indústria de Guimarães, uma Comunidade de Religiosas Franciscanas; os serviços de recolhimento aos passantes de pernoita, alimentação e higiene (secção de banhos) e de modo determinante a Câmara Municipal de Guimarães, tudo e muito mais foi um rol de memórias que António Xavier quis transmitir.

foto
E, prosseguindo e aproximando-se já da instalação da sede no atual edifício do Salgueiral, lembrou as diligências que, nos anos setenta, foram efetuadas para uma construção de raiz, na freguesia de Arosa deste concelho e que levou também à denominação Lar de Santo António.
Atualmente, o Lar de Santo António acolhe 82 idosos, mais 25 utentes no Centro de Dia, à rua Donães; presta Apoio domiciliário a 24 pessoas; serve 100 refeições diárias na Cantina Social e estende a sua ação de Emergência alimentar a 49 famílias.
A Direção do Lar de Santo António é constituída pelos seguintes elementos: presidente, José Maria Castelar; vice-presidente, José Couceiro da Costa; secretário, José Luís Fernandes; tesoureiro, Fernando Carmo Tavares; vogal, Manuel Carlos Leite; 1º suplente, Manuel Bessa Moreira; 2º suplente, António Rodrigo Vinhas.
Em nota de rodapé é de inteira justiça salientar o carinho de todas as pessoas que integram os quadros de serviços do Lar de Santo António bem manifestos nos atos solenes da comemoração dos oitenta anos do Lar de Santo António, bem como a postura da Câmara Municipal na pessoa do seu presidente, Dr. Domingos Bragança.

L.C.

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.