Arquivo: Edição de 26-09-2014

SECÇÃO: Informação Religiosa

Peregrinação à Penha 2014

O Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, presidiu este ano à peregrinação arciprestal realizada no passado dia 14 deste mês.
A peregrinação à Penha apresenta-se, em cada ano, como a maior manifestação de fé do povo cristão do arciprestado e simultaneamente marca o arranque das atividades pastorais nas diversas comunidades.

foto
Situando a sua reflexão na temática proposta no plano arquidiocesano para o novo ano pastoral – Ano Social, o senhor Arcebispo Primaz, disse que “O cenário nacional e internacional deveria fazer-nos tomar consciência do quanto é importante que a fé entre nos valores da cultura. O nosso programa pastoral diz-nos que é urgente que a fé se transforme em vida e transforme a nossa vida, principalmente nos ambientes em que estamos presentes. Trata-se de fazer com que a fé seja vivida. Como diz o belíssimo texto da carta de Tiago, “a fé: se ela não tiver obras, está completamente morta” (Tg 2, 17). Esta frase recorda-nos que fé e obras em circunstância alguma deverão ser dissociadas. Após termos celebrado e professado a fé, é necessário que ela se faça vida na nossa vida e que quem olha para nós consiga dizer que a nossa vida é uma vida de fé. Mas como? Como viver com coerência os princípios cristãos?
A Carta a Diogneto – uma jóia da antiguidade – é, sem margem para dúvidas, um precioso documento que relata a experiência da Igreja primitiva no meio da cultura vigente. Diz a carta que «os cristãos não se distinguem dos demais homens, nem pela terra, nem pela língua, nem pelos costumes». Os cristãos, pelo contrário, «habitam pátrias próprias, mas como peregrinos; participam de tudo, como cidadãos, e tudo sofrem como estrangeiros», isto é, são cidadãos genuínos que procuram, com os seus valores, transformar a sociedade a partir de dentro. Daí que, como conclui o autor, “são eles [os cristãos] que sustêm o mundo”.
Recordo às comunidades os quatro ambientes a serem transformados a partir de dentro: família, cultura, economia e política”.

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.