Arquivo: Edição de 16-05-2014

SECÇÃO: Região

As Cruzes floridas da missão

A paróquia de Santa Cristina de Cerzedelo, em parceria com os Missionários do Verbo Divino, em Guimarães, inaugurou no passado dia 3 de maio, uma exposição da autoria de Sara Lafuente, arquiteta e Ricardo Cardoso, professor, de âmbito missionário. Presidiu à inauguração o senhor Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, com a participação do arcipreste de Guimarães e Vizela, padre Constantino Matos de Sá, do presidente da Câmara Municipal de Guimarães, dr Domingos Bragança, do eurodeputado José Manuel Fernandes e do vereador da Cultura, dr José Bastos.
No ato da inauguração e consequente visita à exposição participaram alguns dos principais responsáveis de várias instituições desta vila e da cidade vimaranense.
A exposição assenta nas Cruzes floridas da Festa que em Cerzedelo se celebra em cada ano no primeiro domingo de maio. Na mesma data foi lançado o livro As Cruzes floridas da missão que regista na atualidade a beleza e a tradição ímpar da Festa das Cruzes de Cerzedelo.
A exposição, de carácter itinerante, há de percorrer diversos pontos deste arciprestado e, ainda, diversos locais da arquidiocese.

foto
O primeiro percurso das Cruzes floridas da missão realizou-se na semana de 5 a 11 deste mês, no Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães.
No mês de agosto deste ano, a exposição estará patente no Mosteiro de S. Torcato; em setembro, na Penha, para a peregrinação arciprestal, 14 de setembro e daí seguirá para Fátima, para as Jornadas Missionárias, nos dias 20 e 21 daquele mês.
Durante o mês de outubro próximo, no âmbito da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, a exposição percorrerá algumas das escolas pública de Guimarães e Braga.
No final de janeiro de 2015 e até fevereiro, a Capelania do Centro Hospitalar do Alto Ave (CHAA) - Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, acolherá a exposição para celebrar o Dia Mundial do Doente naquela unidade hospitalar.
Outros locais e datas havemos de divulgar neste quinzenário regionalista, acerca do percurso da exposição que pretende deixar a sua marca maior do sentido da missão: revestir de flores e cor, a cruz do serviço, da entrega e do sacrifício, como sinal mais alto da vida de Jesus Ressuscitado que cada batizado (= missionário) deve anunciar e viver.

C. Silva

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.