Arquivo: Edição de 13-11-2009

SECÇÃO: Informação Religiosa

Seminário, Escola do Dom de Deus

Há passagens no Evangelho que têm um significado directo e imediato, mas continuam a interpelar e questionar. Há uma frase relacionada com o episódio da samaritana, que entra na categoria das propostas permanentemente efectuadas por Cristo, quando pergunta àquela mulher “se tu conhecesses o dom de Deus?” Era uma pergunta, uma interrogação e uma interpelação com um cunho muito pessoal. Aí estava um convite para que ela quisesse conhecer Deus como o dom maior que poderia, porventura, ter. Neste dom, que era o próprio Cristo, ela iria descobrir muitos outros dons que seriam resposta às suas ansiedades. O seminário, que existe na nossa Arquidiocese, é a escola do dom. Aí, por um lado, se aprende a conhecer mais profundamente o dom que Deus é para a vida das pessoas e, concretamente, para os jovens. Por outro lado, também aí, se aprende a descobrir os modos e maneiras mais adequadas para que outros possam saborear o conteúdo desse mesmo dom. Na vivência desta Semana dos Seminários quero deixar uma idêntica interpelação dirigida a todos, mas com um destino particular aos jovens. Como seria importante que os jovens quisessem fazer a experiência da descoberta de Deus como o grande dom, como a grande prenda, como aquilo que poderão descobrir e experimentar. Ao mesmo tempo, se o seminário é a escola do dom, deve ser, também, aquele lugar que acolhe os dons das pessoas. Os dons das pessoas que poderão significar a dádiva feita pelos pais dum filho que queira entrar no Seminário para intuir a beleza do seguimento de Cristo. O Seminário necessita destes dons e daí que os pais devam questionar, permanentemente, os filhos para que sintam vontade de conhecer Deus como a melhor descoberta que poderão fazer. Se temos muitas coisas, aquilo que mais temos para poder dar a quem nos deu tudo é a própria vida. Por isso, caríssimo jovem, se sentires o apelo do Senhor vem para saborear este dom maravilhoso que é Deus.

foto
Mas, também, o seminário sendo escola do dom, também recebe os dons da comunidade, porque o seminário não é propriedade e responsabilidade de alguns. Cada membro da igreja particular deve-o sentir como seu e, por isso, partilha, põe em comum, para que, na verdade, possa formar adequadamente, não faltando nada a ninguém e particularmente àqueles jovens mais pobres. Caríssimos amigos, que na verdade esta Semana dos Seminários seja, para cada um de vós, um descobrir o dom de Deus e ao mesmo tempo, comprometer-se para que este dom de Deus seja mais conhecido e mais amado.
A samaritana, depois do encontro com Cristo junto ao poço, quis continuar a “apreciar” o dom da “água viva” que aí descobriu. Rezamos para que a vida dos nossos seminários seja, verdadeiramente, uma oferta de sentido, para que envie mais jovens sedendos desta experiência de Deus. Manifestemos, com gestos e atitudes variadas, o nosso amor a esta escola do dom.

Mensagem do Arcebispo de Braga
D. Jorge Ferreira da Costa Ortiga

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.