Arquivo: Edição de 28-11-2008

SECÇÃO: Generalidades

foto
Pensamentos do Meu Arquivo (27)

Há quem tenha muita cultura e a guarda, incompreensivelmente, nas gavetas que o tempo vai corroendo; Há mestres de grande valor que, ensinando, deliciam com o seu saber! Mas, quer aceites ou não, só conheço um mestre realmente Mestre: é a experiência da própria vida. E o mundo, é a verdadeira e grandiosa sala de aulas onde qualquer um, com clareza, pode aprender tudo que necessita.

Para a ciência, Jesus Cristo ainda é um grande enigma. Será filho de Deus? Multiplicador da matéria? Autor da existência? Adivinho?
Quem quer que seja, os seus actos e as suas palavras, ainda hoje - e mais de dois mil anos depois da sua presença entre a humanidade – são alimento daqueles que defendem a paz e acreditam no amor.

Há quem aponte ou publicite inteligências. Mas é difícil medir ou mostrar a inteligência de cada homem. Só os homens libertos, os amigos da verticalidade e da fraternidade, poderão mostrá-la ou dar a medir.

Olhando-se para o ALTO e tendo sido atendido, “que bom, fui ouvido por Deus”. Não sendo: “Deus não existe” – dizem alguns.
Mas não é assim: ou se pediu o que não se devia, ou os pés estavam assentes na areia, quando se olhou para o ALTO.

A razão, será sempre de ter em conta, pela sua força e poder. Mas a razão terá de ser cuidadosa, coerente e pensante, na medida que há uma infinidade de coisas que lhe são superiores, que a excedem. E se a razão é inferior em coisas naturais, que pensar da existência das sobrenaturais?

O cobarde - entre outras – pode ter três atitudes: ou fica estático, ou recua, ou avança perigosamente contra os outros, procurando-lhe as costas.

Há quem se arrogue de ter “mãos limpas”. Parabéns por isso, graças a Deus por isso! Mas o melhor ainda, é serem mãos limpas e estarem “cheias de algo” que beneficie os outros.

Sabe-se que a dor excessiva, emudece; a luz pode cegar e, a alegria, pode matar. Mas tenhamos em conta que, um homem calado ou morto, não passa para os outros de um zero à esquerda.

Não sei o estado glorioso de Adão nem o estado de desespero de Judas. São situações que excedem a minha capacidade de opinar. O que interessa saber, é que o homem falha e, pode, temporariamente, ficar separado de Deus. Mas Cristo, a todos resgatou e, disso, temos prova: aconteceu cá na terra!
Há gente que nunca diz “não” a ninguém, espalha muita simpatia, delicadeza e carinho. Mas, tantas vezes, espalham ou oferecem pouco amor!

Toda a semente se reproduz de acordo com o seu género: se o homem semeia ventos, colhe tempestades, confirma o povo. Mas se semear trigo, pode colher pão; se semear paz, pode colher tranquilidade e amor; se semear pedra, colhe areias. É a lei da natureza!

Cuidado com o que metes na cabeça, bem como o que metes no ventre.
É que os traques do demónio, cheiram mal. Tu, não queiras parecer-te com ele.

Saber compreender e tolerar os outros, são virtudes naturais. Mas quando damos ou nos damos realmente, actuemos como os rios: caminham organizadamente para o mar, e nunca pedem nada em troca.

Quem muito fala, geralmente ou não sabe o que diz ou é louco. Vale mais ser prudente. Sendo-o, não gastamos a verdade nuns casos, e noutros, evitamos a mentira.

No homem, a inconstância produz leviandade; o tédio, aborrecimento, e a inquietação, produz excitação. Sendo assim e porque nasceste livre, não te deixes condicionar.

Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.