Arquivo: Edição de 29-12-2006

SECÇÃO: Generalidades

Feliz Ano Novo

Como se de uma eleição se trate, eis o voto da Maioria: Feliz Ano Novo. E não há oposição alguma capaz de contrariar a força daquele sentimento bem determinado e expresso pela luz, pelo som, pelas cores, na palavra e nas mais engenhosas criações artísticas.
Feliz Ano Novo é o sonho sempre actualizado da mais profunda ansiedade do ser humano: felicidade, felicidade...
2007 está na calha deste movimento veloz e imparável. Por mais alto e forte que seja o grito, estreita e sentida a intercomunicação do desejo de tudo o que há de bom para todas as pessoas transformadas em re-de bem sintonizada e sincronizada, indispensável se torna o bom exercício da li-berdade de vontades decididas.
Cada ano, cada dia e mes-mo o mo-mento a momento da vida são oportunidades irrepetíveis de construir felicidade. Por isso, necessário se torna que cada um tenha a melhor percepção do projecto em que está envolvido, o projecto da Felicidade.
Não será possível, todavia, executar, ainda que, sofrivelmente, este projecto, se não se conhecer bem o autor que o gravou no mais íntimo da consciência. Este terá de ser frequentemente procurado para se fazer uma leitura clara e corrigir desvios ou interpelações erradas.
Quem tem fé sabe perfeitamente que só nAquele por Quem tudo foi feito é que está a luz e todos os dinamismos para a concretização exacta daquele projecto de felicidade: Jesus Cristo, o Verbo de Deus Encarnado.
Inventam-se dias especiais para comemorar acontecimentos e tantas outras realidades que afectam a existência das pessoas no sentido de se conseguirem vivências profundas de contributos de felicidade.
A par destas datas convencionadas, singularmente cada um vai fazendo também comemprações de factos marcantes ao longo dos anos. E, nessas memórias, quantas vezes ficou a marca do dia mais feliz da vida, como se fosse possível somar superlativos. Por outras palavras, isto significa que ninguém é capaz de ultrapassar a relatividade das coisas. Jesus Cristo, no Mistério da In-carnação, no Seu Na-tal, veio desvendar o segredo do dia ou do momento mais feliz:  é sempre o “aqui e agora” vivido em estreita união com Ele com o propósito indeclinável de testemunhar a Sua presença feita mensagem constante.
Sendo assim, não há qualquer dúvida de que o ano que vai entrar é o ano mais feliz da minha, da nossa vida. Porque da parte do Senhor cada ano é verdadeiramente um ano de graça. E esta é uma realidade sobrenatural que merece e atrai outros créditos espirituais até à consumação dos dias.
Ano Novo; Ano Bom; Feliz Ano Novo

Lima de Carvalho

Outras Notícias

Outras Notícias da secção Generalidades
· Contra o direito ao aborto
· Homens e golfinhos

Petição em Defesa do Sector da Imprensa

Assine a petição!

Assine a petição!


Petição .Ficheiro Acrobat Reader Ver a Petição
Email do Jornal: jornal@oconquistador.com
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Dom DigitalProduzido por ardina.com,
um produto da Dom Digital.